Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Justiça de condena policial civil a onze anos de prisão e perda do cargo por flagra com drogas

Foto: Arquivo/ac24horas


A Justiça de Rondônia condenou o policial civil do Acre, Renato Cavalcante de Figueiredo, de 42 anos, a 11 anos e 4 meses de prisão pelo crime de tráfico de drogas. A decisão foi do juiz Valdecir Ramos de Souza, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ji-Paraná. O policial também foi condenado a pagar 1.133 dias-multa, que chegam mais de R$ 51,1 mil. Além disso, foi determinada a perda do cargo público de policial civil.


Renato Cavalcante foi denunciado pelo Ministério Público pelo crime de tráfico de drogas majorado pelo prevalecimento de função pública, emprego de arma de fogo e por ter sido praticado entre os Estados da Federação. Ele foi abordado por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF-RO) na manhã do dia 17 de janeiro deste ano quando viajava em uma caminhonete na companhia de um amigo, de 37 anos, quando foi parado na Unidade Operacional da PRF de Ji-Paraná.


Segundo o registro policial, a equipe da PRF-RO pediu a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de Figueiredo e ele entregou a carteira de policial. O policial rodoviário insistiu que o motorista apresentasse a CNH e Figueiredo ficou bastante nervoso, o que chamou a atenção dos policiais. Ainda segundo a PRF-RO, o policial acreano deu respostas desconexas ao ser questionado sobre o motivo da viagem, o percurso, destino e outros detalhes. O passageiro que estava no carro também apresentou nervosismo e confusão ao responder às perguntas.


Diante da suspeita, a equipe policial de Rondônia decidiu fazer uma vistoria minuciosa no veículo e acabou achando 50 tabletes de cloridrato de cocaína em um fundo falso da caminhonete. A droga pesou mais de 57,2 quilos.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

No mesmo tema

Postagens relacionadas

plugins premium WordPress