Weather Data Source: El tiempo a 25 días

“Fui enxotado como se eu fosse um cachorro abandonado”; Justiça decide que Leo Maia não é filho adotivo de Tim Maia em vitória para Carmelo Maia, filho biológico do cantor

Leo Maia deu uma entrevista à RecordTV, nesta quinta-feira (02), para desabafar sobre a decisão que não o reconhece como filho de Tim Maia


Leo Maia não é filho adotivo de Tim Maia. Ao menos foi essa a decisão da justiça em um processo movido por Carmelo Maia, meio-irmão de Leo — os dois tem a mesma mãe, Geisa Gomes da Silva, mas não o mesmo pai. Na década de 70, Tim e Geisa tiveram uma relação de idas e vindas e, em um dos términos, ela engravidou de Leo. O cantor, falecido em 1998, adotou a criança, mas não o registrou em seu nome. Pouco depois, ela engravidou de Carmelo, filho biológico do artista.


A ação movida por Carmelo Maia pede R$ 3 milhões em indenização e pede para que Leo não cante mais as músicas de Tim e nem use o sobrenome da família. Nesta quinta-feira (02), Leo deu uma entrevista para Fabíola Reipert, da RecordTV, onde desabafou sobre a situação e afirmou que vai recorrer da decisão judicial. “Nasci e fui criado dentro dessa família. Não acho justo meu irmão querer me prejudicar. Não devo mais de R$ 3 milhões para ele só porque falei o nome do meu pai. Fui enxotado como se eu fosse um cachorro abandonado. O que meu pai fez, a Justiça brasileira não reconhece”, disse ele.


O processo começou em 2019, quando Leo, também cantor, fez um show em homenagem a seu pai de criação. Carmelo reagiu e pediu a justiça as proibições e a indenização para, segundo ele, “resguardar o patrimônio intelectual de Tim Maia contra o aproveitamento parasitário”. Na entrevista para a jornalista, Leo reclamou da atitude do meio-irmão. “Após 20 anos que meu pai faleceu, resolvi fazer um show em homenagem a ele, e meu irmão se sentiu ofendido”, relatou.


“Fomos criados na mesma casa, pelo mesmo homem, possuo a mesma história que ele. Estou em livros, documentários, contracapas de disco; estou na família desde quando fui adotado no ventre da minha mãe. Meu irmão não pode me proibir de fazer isso como ele fez”, prosseguiu Leo Maia. “Ele alegou que não me conhece, não fala da minha existência. Ele não diz que fomos criados na mesma casa e batizados na mesma igreja. Meu pai me ensinou isso desde criança”, ponderou em seguida. Carmelo Maia não se pronunciou a respeito do caso.


Bolavip Brasil


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

No mesmo tema

Postagens relacionadas

plugins premium WordPress