Pesquisar
Close this search box.
1200 x 250

Harry ‘não quer pertencer à realeza’, mas quer benefícios do título real

Andrew Morton, biógrafo real que ficou conhecido por ter escrito ‘Diana, A verdadeira história contada pela princesa’ lançou um novo livro intitulado ‘The Queen: Her Life’ (‘A Rainha: A Sua Vida’, numa tradução livre).


Em declarações à revista Marie Clarie a propósito do lançamento, Andrew acabou comentando a situação do príncipe Harry, que decidiu deixar de trabalhar para a realeza e ir viver para os Estados Unidos com a mulher, Meghan Markle.


“O príncipe Harry, particularmente, não queria pertencer à realeza”, disse.


“Obviamente irá usar o título e aproveitar os acessos [oportunidades que o título lhe dá], mas não quer fazer o trabalho tal como está instituído na atualidade”, defende.


Morton afirma que o mesmo aconteceu com Eduardo VIII, tio da rainha Elizabeth II, que desistiu da coroa para casar com a norte-americana Wallis Simpson.


“Por isso, não é nada de novo um príncipe ou uma princesa pensarem que ‘deveria estar fazendo outra coisa’. [Quando trabalha para a realeza] carrega o peso do serviço e do dever, e isso viu-se com a rainha. Dois dias antes de morrer encontrou-se com a nova primeira ministra [Liz Truss]”, lembra.


“O Harry dizer que o William e o Charles estão presos tem um grau de verdade. Estão presos numa vida de serviço, mas também podem moldá-la à sua maneira”, defende ainda, lembrando a polêmica entrevista que o duque de Sussex deu no ano passado a Oprah Winfrey.


POR NOTÍCIAS AO MINUTO BRASIL


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner 970x250

Últimas Notícias