Pesquisar
Close this search box.
1200 x 250

Gladson critica atos pós-2º turno e quer diálogo com Lula em 2023

Foto: reprodução

Em entrevista ao Metrópoles, o governador reeleito do Acre, Gladson Cameli (PP), criticou as manifestações registradas nos últimos dias que impediram a circulação de carros em estradas de todo país. Desde o dia 30 de outubro, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) foram às ruas para protestar contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Cameli, que é aliado de Bolsonaro, requisitou a ação das forças de segurança do estado para impedir os bloqueios das rodovias BR-364 e BR-367, sob risco de impacto no abastecimento do estado. “A manifestação tem que ser pacífica e ordeira, sem atrapalhar a vida do cidadão. Nosso estado não pode correr o risco de desabastecimento, ainda mais de produtos e serviços essenciais”, disse.


Cameli foi questionado sobre a inação do presidente para demover os apoiadores dos atos. O governador acreano avaliou que “antes de tudo, o presidente é um patriota e democrata”. “Como ele mesmo diz, sempre trabalhou dentro das quatro linhas da Constituição”, defendeu.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner ac4h fim de semana m

Últimas Notícias