Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Vídeo de médico rompendo bolsa de bebê que nasceu empelicado viraliza

Em apenas nove segundos, Miguel saiu do aperto da bolsa amniótica para a liberdade da sua nova vida. O pequeno nasceu empelicado, ou seja, a película que o envolvia estava intacta mesmo depois dele sair da barriga da mamãe, Andressa Nunes Rodrigues, de 18 anos.
“Apenas um bebê a cada 80 mil nasce dessa forma. Com certeza, ele já nasceu fazendo a diferença“, disse ela, em entrevista à revista Crescer. O menino nasceu em Vilhena, município de Rondônia, no dia 20 de novembro, por meio de uma cesariana.
 


No vídeo, Miguel aparece envolto para, logo após o rompimento, soltar um choro. “Não esperava que viralizasse dessa forma. Ontem, quando meu marido, Vitor Ferreira, 20 anos, e eu vimos, ele já estava sendo compartilhado em todos os cantos, estados e cidades. Ficamos muito felizes! Postamos como forma de agradecimento a Deus por termos tido o privilégio de viver esse momento”, afirmou a jovem, orgulhosa com o primeiro filho.
O mais comum é que, pouco depois de a mulher sentir as contrações iniciais do trabalho de parto, a bolsa amniótica seja rompida. Em situações raras como a de Miguel, o bebê acaba nascendo ainda envolvido pela fina (porém resistente) película. Ela serve para que o bebê fique imerso no líquido amniótico durante toda a gestação.
Entrevistada pela revista Crescer, a ginecologista e obstetra Paola Fasano, do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo, afirmou à publicação que a Medicina ainda não sabe explicar os motivos disso acontecer, mas que não há riscos nem para a mamãe nem para a criança.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias