Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

‘PACIENTE TRAFICANTE’: Ambulância que saiu de RO é flagrada com 44 kg de cocaína em Minas Gerais

Alegando que o homem já havia perdido a esposa por doença, o contratante pagou os R $ 15 mil pelo transporte.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 44 quilos de massa à base de cocaína dentro de uma ambulância que passava por Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), neste sábado, 11.
A droga foi avaliada em R $ 5,2 milhões e estava no distrito reservado aos pacientes. Uma ambulância saiu de Vilhena, com destino a Bom Jesus do Amparo, no Espírito Santo, e foi abordada quando passava pela BR-262.
Dois homens de 34 e 42 anos estavam no veículo. Eles contaram que receberiam R $ 12 mil para fazer o transporte do entorpecente. Além disso, o homem de 42 anos também teria quitada uma dívida de R $ 30 mil com um agiota, que foi quem adicionou a droga.
A droga, os homens presos e a ambulância foram encaminhados para a Polícia Federal em Belo Horizonte para encerramento da ocorrência.
O OUTRO LADO
O site ligou para a empresa dona da ambulância. O representante da firma disse que só tomou conhecimento do caso após a ligação do jornal.
O entrevistado explicou que foi procurado, em Vilhena, por um rapaz que alegou precisar de transportar um paciente pós-Covid, que sairia de Cerejeiras para continuar o tratamento no Espírito Santo.
Alegando que o homem já havia perdido a esposa por doença, o contratante pagou os R $ 15 mil pelo transporte.
O falso paciente que foi apanhado em Cerejeiras é o mesmo homem de 42 anos que foi preso. O motorista, que é somente prestador de serviços, confessou saber que estava com uma droga a bordo da ambulância.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Últimas Notícias