Pesquisar
Close this search box.
(ac) banner ofertas fds açougue atacale 14a16 06

Cientistas querem transformar fêmeas do ‘Aedes’ em machos

naom_566fd728d235c


Iniciativa bloquearia ação do vírus
Pesquisadores americanos estão trabalhando em uma técnica de edição genética que pode transformar mosquitos do sexo feminino do Aedes aegypti em machos. Caso os pesquisadores consigam o feito, os mosquitos vão se tornar em machos sugadores de néctar, inofensivos para os seres humanos, segundo O Globo.
Em artigo publicado nesta terça-feira (16) na revista científica “Trends in Parasitology”, Zach Adelman e Zhijian Tu, entomologistas da Universidade Virginia Tech (EUA), apontam a engenharia genética como uma grande aliada para controlar surtos e epidemias. Os desafios e vantagens do método proposto foram abordados pelos especialistas no artigo.
“Estamos num momento divisor de águas, tanto em relação à nossa compreensão sobre o que determina se um mosquito nascerá como macho ou fêmea, bem como em relação à nossa capacidade de modificar permanentemente as populações desses insetos usando técnicas genéticas”, disse Zach Adelman a O Globo.
Ano passado, a técnica de edição genética CRISPR surgiu e foi descoberto o primeiro fator que determina o sexo dos mosquitos. Os cientistas agora ponderam sobre o método de mudança dos genes dos mosquitos e se a prática ajudaria a evitar o nascimento de fêmeas do Aedes, prevenindo a propagação de doenças como dengue, zika, Chikungunya, e febre amarela.


Os cientistas afirmam ainda que aplicar a técnica desenvolvida por eles (CRISPR) nos mosquitos seria o método mais eficiente e barato para evitar surtos e epidemias.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Últimas Notícias