Pesquisar
Close this search box.
970x250 (1)

Homem mata outro a golpes de faca em frente Escola e diz não se arrepender

homicidio-bola-preta-5O presidiário em liberdade condicional por crime de roubo, Klysman Hefenberg de Oliveira Mendonça, de 20 anos e a mulher dele Antônia de Oliveira, 19 anos foram presos na manhã desta terça-feira(19) acusados de matar um jovem ainda não identificado a golpes de faca.
O crime aconteceu por volta das 10horas na rua Rio Grande do Sul, em frente ao Colégio Heloisa Mourão Marques, na Ladeira do Bola Preta.
Quando a vítima, Ronario Ferreira Parente, de 19 anos, foi morto a golpes de faca desferidos pelo casal Carolina e Klysman.


Ana Paula, mais conhecida por "ROSA" , mãe de Klysman, diz que reagiu a suposto assalto e foi ferida a golpes de faca

Ana Paula, mais conhecida por “ROSA” , mãe de Klysman, diz que reagiu a suposto assalto e foi ferida a golpes de faca

De acordo com informações repassadas na Delegacia de Flagrante – DEFLA, por volta das 5 horas da manhã, um homem e armado de faca teria invadido a residência de Ana Paula Lima de Oliveira, 37 anos, mais conhecida por Rosa, moradora do bairro Airton Sena.
A invasão seria uma suposta tentativa de roubo (assalto), mas a mulher teria reagido e entrado em luta corporal com o suposto assaltante e saiu ferida a golpes de faca.
No Boletim de ocorrência a suposta vítima de roubo, afirma não conhecer o assaltante.
Ana Paula, é mãe de Klysman e após o suposto assalto ela e vizinhos teriam ligado e passado mensagem para o celular dele contado o que teria ocorrido.


"Matai e não me arrependo. Mataria novamente se fosse possível" diz Klysman.

“Matai e não me arrependo. Mataria novamente se fosse possível” diz Klysman.

Filho sai a caça de assaltante e o mata a golpes de faca
A partir do Boletim de Ocorrência registrado por Ana Paula “Rosa”, e a ocorrência do homicídio envolvendo o filho de Ana Paula iniciam inúmeras contradições.
No Boletim a mulher diz não conhecer o invasor, mas que travou uma luta corporal com o suposto assaltante e saiu ferida a golpes de faca, que atingiram os braços.
Cerca de quatro horas depois do suposto assalto, o filho de Ana Paula, que foi informado pela mãe e vizinhos do ocorrido, mesmo sem conhecer o autor matar um adolescente que ele afirma ser a pessoa que feriu sua mãe em um suposto assalto.
Klysman Hefenberg, cumpre pena por crime de roubo em liberdade condicional. Na delegacia ele confessou o crime de homicídio contra o adolescente. Mas alega que a mulher dele não participou do crime, ela apenas teria o acompanhado, pois ele estaria muito nervoso.
“Não me arrependo do que fiz, se pudesse mataria novamente. Ele feriu minha mãe” afirmou o acusado.
Se ele afirma que não conhecia o acusado de invadir a casa de sua mãe, como ele sabia que o adolescente Ronario Ferreira seria o suposto assaltante.
O suposto assaltante foi morto cerca de quatro quilômetros do endereço da mãe do acusado e em bairro diferente.
A Polícia Civil já concluiu que houve um crime de homicídio, identificou pelo menos um acusado de cometer o crime, mas ainda investiga o suposto assalto.
Para o delegado Fabrizzio Sobreira ainda é prematuro para afirmar se há relação com o episódio na madrugada na casa do acusado de homicídio. As investigações continuam.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
1200 x 250 gif

Últimas Notícias